Archive for the ‘Águias e Galinhas’ Category

Que bom que não sou


Que bom que não sou a melhor, porque ainda me resta um caminho a percorrer para buscar melhorar.
Que bom que não tenho tudo pois só assim me animo a lutar pelo que ainda me falta.
Que bom que eu não saiba tudo, se soubesse não teria o que aprender no dia a dia.
Que bom que tenho defeitos, se não os tivesse viveria só.
Que bom que não sou o mais forte porque se fosse, não compreenderia o que é solidariedade e tentaria fazer tudo sozinha.
Que bom que não estou sozinha!!!
Que bom que tenho você como amigo pois se você não existisse eu não perceberia o valor de sua vida e a importância de vivermos unidos em amor!
E se ainda não estamos conectados, coligados, esta é a oportunidade para pertencermos ao mesmo Exército.
Nós,eu e você somos um grupo e necessitamos um do outro;buscamos o mesmo caminho que nos leva em comunhão com o PAI!
Então para a honra e glórias do Senhor, sejam parte desta benção e divulguem a comunidade para todos seus amigos, basta apenas encaminhar para sua lista, eles também são importantes neste Exército de Cristo.
Não façamos distinção de pessoas, muitos serão chamados mas poucos os escolhidos.
E DEUS não escolhe os capacitados, capacita os escolhidos!
E cada um, seja qual for sua religião, DEUS é o Alfa, o Ômega, o Princípio e o Fim, o Príncipe da Paz, o Todo Poderoso!!!

HONRAS, MÉRITOS E GLÓRIAS SOMENTE AO SENHOR JESUS E A DEUS!!!
"Nós somos importantes prá DEUS!"

Biblia livro cheio de fábulas e crendices?


Bíblia: Fato ocorrido em 1892
enviado por Airton Evangelista
JesusSite

 Um senhor de 70 anos viajava de trem tendo ao seu lado um jovem universitário, que lia o seu livro de ciências. O senhor, por sua vez, lia um livro de capa preta. Foi quando o jovem percebeu que se tratava da Bíblia, e estava aberta no livro de Marcos. Sem muita cerimônia o jovem interrompeu a leitura do velho e perguntou:

– O senhor ainda acredita neste livro cheio de fábulas e crendices?

– Sim. Mas não é um livro de crendices é a Palavra de Deus. Estou errado?

– Claro que está! Creio que o senhor deveria estudar a história geral. Veria que a Revolução Francesa, ocorrida há mais de 100 anos, mostrou a miopia da religião. Somente pessoas sem cultura ainda crêem que Deus criou o mundo em seis dias. O senhor deveria conhecer um pouco mais sobre o que os cientistas dizem sobre isso.

– É mesmo? E o que dizem os cientistas sobre a Bíblia?

– Bem, respondeu o universitário, vou descer na próxima estação, mas deixe o seu cartão que eu lhe enviarei o material pelo correio.

O velho então, cuidadosamente, abriu o bolso interno do paletó, e deu o cartão ao universitário. Quando o jovem leu o que estava escrito saiu cabisbaixo se sentindo pior que uma ameba. O cartão dizia:

"Louis Pasteur, Diretor do Instituto de Pesquisas Científicas da École Normale de Paris".

ONLY PUSH! ORE ATÉ ALGUMA COISA ACONTECER!


 
Uma noite, um homem estava dormindo em sua cabana quando de repente seu quarto ficou cheio de luz e Deus lhe apareceu. O Senhor disse ao homem o trabalho que ele deveria fazer para Ele e mostrou-lhe uma grande rocha na frente de sua cabana.
O Senhor explicou que o homem deveria empurrar (PUSH) a rocha com toda a sua força. O homem então o fez, dia após dia.
Por muitos anos ele pelejou de sol a sol; com seus ombros escorados na fria e maciça superfície da rocha imóvel, empurrando-a com toda a sua força. A cada noite o homem retornava à sua cabana aborrecido e sem roupa, sentindo que havia gasto todo o seu dia em vão.
Desde que o homem mostrou-se desencorajado, o Adversário decidiu entrar em cena colocando pensamentos em sua mente desgastada:
"Você tem empurrado essa rocha por tanto tempo, e ela ainda nem sequer se moveu."
Isso dava ao homem a impressão de que sua tarefa era impossível e que ele era um fracasso. Esses pensamentos desencorajavam e desanimavam o homem.
"Por que eu vou me matar tentando fazer isso?", ele pensou. "Eu farei apenas o possível, colocando o mínimo esforço e isso será suficiente".
E era o que ele planejava fazer, até que um dia ele decidiu fazer disso um alvo de oração e levar os seus pensamentos atribulados ao Senhor.
"Senhor", ele disse, "eu tenho trabalhado duro e por muito tempo em Teu serviço, colocando toda a minha força pra fazer aquilo que o Senhor me mandou. Entretanto, após todo esse tempo eu não consegui mover essa rocha por nem um milímetro. O que está errado? Porque eu tenho falhado?"
O Senhor respondeu com compaixão:
"Meu filho, quando eu lhe disse para me servir e você o aceitou, eu disse que sua tarefa seria empurrar a rocha com toda a sua força, e é o que você tem feito. Eu nunca sequer mencionei que eu esperava que você a movesse. Sua tarefa era empurrá-la. E agora você vem a mim após todo o seu esforço, pensando que você falhou. Mas, será isso realmente verdade? Olhe para si mesmo. Seus braços estão fortes e musculosos, suas costas estão enrijecidas e bronzeadas, suas mãos estão calejadas pela pressão constante, suas pernas se tornaram musculosas e firmes. Pela oposição você cresceu muito e agora suas habilidades superam o que você era antes. Ainda assim, você não moveu a rocha, mas seu chamado foi para ser obediente e empurrar, exercitando sua fé e confiança na minha sabedoria. E isso foi o que você fez. Agora, meu filho, Eu mesmo moverei a rocha."
Às vezes, quando ouvimos uma palavra de Deus, nós tentemos a usar nosso próprio intelecto pra decifrar o que Ele quer, quando na verdade o que Ele deseja é apenas nossa obediência e fé Nele. Em todos os sentidos, exercite a fé que remove montanhas, mas saiba que continua sendo Deus quem as move.
Quando tudo parecer estar errado, apenas empurre – P.U.S.H.!
Quando o trabalho te deixar pra baixo, apenas – P.U.S.H.!
Quando as pessoas não agirem da maneira que deveriam, apenas – P.U.S.H.!
Quando o seu dinheiro parecer ir embora e as contas ficarem, apenas – P.U.S.H.!
Quando as pessoas não compreenderem você… apenas – P.U.S.H.!
P. = Pray (ore)
U. = Until (até)
S. = Something (alguma coisa)
H. = Happens (acontecer)
"ORE ATÉ ALGUMA COISA ACONTECER!

As águias e as galinhas…


Um camponês criou um filhotinho de águia junto com suas galinhas. Tratando-a da mesma maneira que tratava as galinhas, de modo que ela pensasse que também era uma galinha. Dando a mesma comida jogada no chão, a mesma água num bebedouro rente ao solo, e fazendo-a ciscar para complementar a alimentação, como se fosse uma galinha. E a águia passou a se portar como se galinha fosse.

Certo dia, passou por sua casa um naturalista, que vendo a águia ciscando no chão, foi falar com o camponês:

– Isto não é uma galinha, é uma águia!

O camponês retrucou:

– Agora ela não é mais uma águia, agora ela é uma galinha!

O naturalista disse:

– Não, uma águia é sempre uma águia, vamos ver uma coisa..

Levou-a para cima da casa do camponês e elevou-a nos braços e disse:

– Voa, você é uma águia, assuma sua natureza!

– Mas a águia não voou, e o camponês disse:

– Eu não falei que ela agora era uma galinha!

O naturalista disse:

– Amanhã, veremos…

No dia seguinte, logo de manhã, eles subiram até o alto de uma montanha. O naturalista levantou a águia e disse:

– Águia, veja este horizonte, veja o sol lá em cima, e os campos verdes lá em baixo, veja, todas estas nuvens podem ser suas. Desperte para sua natureza, e voe como águia que és…

A águia começou a ver tudo aquilo, e foi ficando maravilhada com a beleza das coisas que nunca tinha visto, ficou um pouco confusa no inicio, sem entender o porquê tinha ficado tanto tempo alienada. Então ela sentiu seu sangue de águia correr nas veias, perfilou, devagar, suas asas e partiu num vôo lindo, até que desapareceu no horizonte azul.

Voe cada vez mais alto, não se contente com os grãos que lhe jogam para ciscar. Nós somos águias, não temos que agir como galinhas.

PENSEM NISSO QUERIDOS, VC TEM POTENCIAL, VOCÊ PODE IR MUITO MAIS ALÉM DO QUE VOCÊ IMAGINA OU DO QUE AS PESSOAS PENSAM.

TENHAM UMA ÓTIMA SEMANA!!!

Lutando Contra Gigantes


Manah de 20 de junho de 2005

Por Robert D. Foster

Certa revista relatou uma intrigante história de uma empresa pequena, que enfrentou a gigantesca cadeia de cafés Starbucks. "Eu precisava fazer algo radical ou fechar as portas", disse o empresário Mike Sheldrake. Seu negócio de 22 anos, o Polly’s Gourmet Coffee, na Califórnia, estava sob ataque. Com a abertura de um Starbucks a nove quadras de distância, o faturamento anual de US$ 1 milhão começou a cair mais de 5% ao mês, chegando à linha de prejuízo.

Sheldrake poderia ter desistido e abandonado tudo, mas como Davi ao enfrentar o gigante Golias, ele decidiu lutar. Como Davi, ele usou uma abordagem precisa, uma "estilingada certeira". A Bíblia conta que Davi "escolheu no riacho cinco pedras lisas" (I Samuel 17.40). Poderíamos dizer que Sheldrake usou suas próprias "pedras lisas", ao renovar o lay-out do Polly’s Café, treinar os empregados, acrescentar incentivos à performance e passar a vender grãos de café quentinhos, acabados de torrar.

Porém, o quinto e último"seixo nocauteador" foi um chamativo torrador de café de 1929, colocado bem no meio da loja. Esses fatores, juntamente com a determinação de fazer tudo de maneira ainda melhor do que até então, capacitou Sheldrake e sua equipe, a manter a clientela, literalmente à sombra do gigantesco competidor. 

É possível que você não esteja enfrentando um gigante como Starbucks, mas todos nós freqüentemente nos encontramos em posição semelhante, tendo que fazer as mesmas escolhas. Cada um de nós tem um campo de batalha diferente, mas todos temos que decidir se vamos nos firmar no poder e privilégio conquistados através do trabalho duro, ou se vamos abandonar tudo em troca de uma melhor chance de sobrevivência. 

Ao longo dos anos formulei o que chamo de, "Cinco Pedras Lisas Para Tomada de Decisão": 
Comunicação – permanecer em contato com Deus através da leitura de Sua Palavra e da oração.
Bom senso – jamais deixar de usar a mente e o poder de raciocínio que Deus me deu.
Conselho – buscar o conselho de amigos maduros comprometidos em seguir e servir a Deus, que me conheçam bem e tenham em vista meus melhores interesses.
Circunstâncias – nenhuma conseqüência é fruto do acaso; nas adversidades e desafios, crer que há uma razão para isso e uma forma apropriada de reação.
Controle – crer que todas as coisas estão sujeitas ao poder e controle soberanos do meu Amoroso Pai Celestial.
Em essência, somos o produto de nossas escolhas e responsáveis pelo modo como reagimos às circunstâncias da vida, que podem: 
Nos ferir ou nos curar.
Nos estruturar ou nos quebrar.
Nos deixar relaxados ou ansiosos.
Fazer amigos ou inimigos.
Fazer que nos sintamos miseráveis ou felizes.
Proclamar-nos empreendedores ou abandonar-nos como fracassados. 

"… Posso todas estas coisas em Cristo que me dá forças" (Filipenses 4.13). 

O ultimo Elias.


O Deus eterno tem se comunicado com a raça humana, através dos séculos, mediante mensageiros escolhidos, entre os seres humanos. Amós 3: 7. Deus sempre tem operado através de seus instrumentos escolhidos. Ao longo dos séculos, e em forma especial, nas épocas mais transcendentais da história deste mundo, Deus levantou mensageiros para trazer uma mensagem especial para sua igreja, para o seu povo e para o mundo, uma mensagem que devia ser dado em nome de Deus.

Recordemos por exemplo:

Noé. A Bíblia o chama de pregoeiro da justiça. II Pedro 2: 5. Noé foi escolhido por Deus para anunciar ao mundo, que os juízos de Deus se deixariam sentir sobre esta terra. Que Deus destruiria os seres humanos por sua maldade.

E Deus lhe deu uma mensagem de juízo: 120 anos e a terra será destruída por um dilúvio.

Deus levantou o profeta Moisés, depois de 400 anos em que o povo estava cativo no Egito, Deus cumpriu a profecia, levantou o libertador, para trazer o povo à terra prometida, como havia jurado a Abraão, a Isaque, e a Jacó. E pela mão de um profeta guiou o povo desde a saída do Egito até a entrada de Canaã.

Deus levantou o profeta Jeremias, em um tempo de perigo, quando a nação pagã de Babilônia ameaçava destruir o povo de Deus, e lhe deu uma mensagem de animo, mas também uma mensagem de arrependimento.

Deus levantou o profeta Neemias, para trazer o povo de volta do cativeiro e estabelecer na terra prometida.

Deus Levantou o profeta Elias, quando o povo de Deus estava em profunda apostasia.

Deus levantou João Batista, para preparar o caminho, para aplainar o terreno e preparar o mundo e a seu povo para a primeira vinda de Cristo a esta terra.

Anos mais tarde, quando o povo de Deus caiu em terrível apostasia, durante o tempo da Idade Média, em tempos de trevas espirituais.

Deus levantou o grande reformador Martin Lutero, junto com Calvino e Knox, para trazer o povo de volta a Bíblia, de confiar em Deus para a salvação, através de Seu Filho Jesus Cristo.

E nestes últimos dias, Deus também levantou mensageiros para proclamar ao mundo o regresso de Jesus Cristo. Para preparar um povo que estivesse atento para sua vinda.

O Antigo Testamento, no livro de Malaquias, no capítulo 4, os últimos dois versículos, com isto se encerra a Bíblia no que se refere ao Antigo Testamento, com estas palavras, versículos 5 e 6 de Malaquias capítulo 4: “Eis que eu vos enviarei o profeta Elias, antes que venha o grande e terrível dia do Senhor. E ele converterá o coração dos pais aos filhos, e o coração dos filhos a seus pais; para que eu não venha, e fira a terra com maldição.” Antes do grande e terrível dia do Senhor, haveria de levantar-se um mensageiro como o profeta Elias, que haveria de preparar o caminho para a segunda vinda de Jesus Cristo, é nossa firme convicção, que esta profecia tem se cumprido hoje, no surgimento do movimento leigo que como Elias chama o povo de Deus ao arrependimento, e a adoração ao verdadeiro Deus e a Seu Filho Jesus Cristo, os únicos seres em todo universo que merece nossa adoração.

Malaquias 4:5 “Eis que eu vos enviarei o profeta Elias, antes que venha o grande e terrível dia do Senhor”.

O 1º Elias o tesbita, viveu nos tempos do rei Acabe e da rainha Jezabel. Esse foi o primeiro Elias. O Elias do Antigo Testamento. Logo esta profecia de Malaquias teve um cumprimento inicial, parcial, na vinda de João Batista.

Mateus 11: 10-14. Ler.

O Antigo Testamento disse Jesus, termina assinalando a este mensageiro. Assim encerra a lei. Dizendo: Eis que eu vos enviarei o profeta Elias. E disse Jesus: se quereis recebê-lo, João Batista é aquele Elias que havia de vir. Esse é o segundo Elias. O primeiro Elias foi o tesbita que viveu em tempos de Acabe e Jezabel; o segundo Elias é João Batista, o Elias que preparou o caminho para a vinda de Jesus Cristo. O terceiro Elias, esse é o mais interessante, esse é o mais fascinante, é o ultimo Elias, e esse viria justo antes do grande e terrível dia do Senhor. Assim profetizou o profeta Malaquias. Justo antes da vinda, do regresso de Cristo a esta terra, Deus haveria de levantar outra vez uma mensagem profética, para anunciar a toda nação, tribo, língua e povo, para preparar o caminho para a segunda vinda de nosso Senhor Jesus Cristo. E isto o remanescente está com certeza fazendo, em todo mundo o movimento leigo esta chamando a atenção para a apostasia que se encontra o povo de Deus. Aceitando as doutrinas da igreja católica, como no passado o povo de Deus também aceitou o culto a outros deuses.

Doze semelhanças que encontramos entre os três Elias.

Continua em + 3 Partes

%d blogueiros gostam disto: