Desafio Cristão: Características morais de uma Seita


 

Características morais de uma Seita

 

No topo dos traços doutrinários e sociológicos das sei­tas existem também algumas dimensões morais a serem consideradas. Em meio às seitas que brotam, estão muito presentes o legalismo, a perversão sexual, a intolerância, abu­sos psicológicos e até mesmo físicos.Vale lembrar que nem todas as seitas manifestam cada uma dessas características.
Legalismo — Para muitas seitas, é comum o estabeleci­mento de um rigoroso conjunto de regras que devem ser obrigatoriamente vividas pelos devotos. Esses padrões são usualmente extrabíblicos.
O ensino mórmon que proíbe o uso de café, chá, ou qualquer bebida que contenha cafeína é um caso típico. O requisito imposto pela Sociedade Torre de Vigia para que as Testemunhas de Jeová distribuam literatura de porta em porta é outro exemplo. O ascetismo do tipo monástico, com sua rigorosa obrigatoriedade de cumprimento de regras, é freqüentemente visto como um meio de se alcançar o fa­vor de Deus. Como tal, é a manifestação da rejeição co­mum das seitas à graça de Deus.
Perversão sexual — Lado a lado com o legalismo, o vício gêmeo da perversidade moral é bastante encontrado nas seitas. Joseph Smith (e outros líderes mórmons) teve mui­tas esposas. David Koresh afirmou possuir todas as mulhe­res em seu grupo, até mesmo as meninas mais novas. De acordo com uma revelação através de uma reportagem em 1989, meninas da idade de dez anos estavam incluídas. A seita Meninos de Deus tem utilizado, através de sua histó­ria, técnicas de “pescaria através do flerte”, com a finalidade de atrair pessoas para a seita, com apelos sexuais. Foi de­nunciada a prática de sexo entre adultos e crianças dentro dessa seita.
Abuso físico — De forma trágica, algumas seitas empe­nham-se em aplicar diferentes formas de abuso físico. Ex-adeptos de seitas acusam com freqüência seus ex-líderes de concentrarem-se em espancamentos, privação do sono, se­vera privação de alimentos e agressões a crianças até que estas ficassem queimadas ou sangrando. Às vezes, há acusa­ções de abusos ritualísticos satânicos, embora tais fatos rara­mente sejam levados a conhecimento público.
Contudo, os abusos psicológicos como o medo, a inti­midação e o isolamento são mais comuns. O abuso físico em seu máximo grau é ilustrado na pessoa do líder Jim Jones, que levou todos os membros de Jonestown a beber ponche envenenado.
Intolerância para com as outras pessoas — Tolerância religi­osa não é uma das virtudes da mentalidade das seitas. A intolerância é freqüentemente manifestada através de hos­tilidades, culminando algumas vezes com assassinatos. A his­tória tanto dos mórmons como da seita Branch Davidian possuem exemplos desse tipo de intolerância violenta. Certamente outros grupos religiosos, como os muçulmanos ra­dicais, são conhecidos pelo mesmo tipo de comportamen­to. Mais próximo ao lar, a Inquisição Hispânica é uma ma­nifestação de zelo de seitas cristãs.

Resposta as Seitas –

Norman G. Geisler e Ron Rhodes –

CPAD – Casa Publicadora das Assembleias de Deus

Desafio Cristão: Características morais de uma Seita

One response to this post.

  1. Posted by iararocha on janeiro 28, 2012 at 2:21 am

    Sim, com certeza isso é verdade.

    Responder

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: