Líder supremo do Irã irá decidir se Pastor Yusef Nadarkhani será executado por não negar sua fé em Jesus Cristo


 

Líder supremo do Irã irá decidir se Pastor Yusef Nadarkhani será executado por não negar sua fé em Jesus Cristo

Diversos países se manifestaram contra a sentença e fizeram apelos pedindo que o Pastor fosse libertado

10 de outubro de 2011

Líder supremo do Irã irá decidir se Pastor Yusef Nadarkhani será executado por não nega a fé em Jesus Cristo

Líder supremo do Irã irá decidir se Pastor Yusef Nadarkhani será executado por não nega a fé em Jesus Cristo

Devido a repercussão internacional do caso do Pastor Yusef Nadarkhani, que foi preso por se recusar a negar o cristianismo, o julgamento pode ir parar nas mãos do Aiatolá Ali Khamenei, que é o líder supremo do Irã. Como o Irã é uma Teocracia (país onde a religião está acima do Estado), ele possui autoridade máxima.

O advogado do Pastor Nadarkhani, Mohammad Ali Dadkhah, o Tribunal decidiu solicitar ao Aiatolá um parecer sobre o caso, e o veredicto pode ser dado a qualquer momento, pois envolver Khamenei em assuntos como esse é incomum.

Nadarkhani tem 32 anos de idade e lidera uma pequena comunidade evangélica denominada Igreja do Irã. Ele foi preso em Outubro de 2009 e pode ser condenado à morte por se afastar da religião de seus pais, o islamismo. Segundo a Lei Sharia, ele poderia durante o julgamento, negar o cristianismo e se arrepender, porém o Pastor Nadarkhani se recusa a abandonar a fé em Cristo.

Segundo a agência de notícias AFP, no último dia 30/09 o vice-governador da região de Gilan afirmou que o Pastor Nadarkhani não deverá ser condenado à morte por apostasia, mas sim por supostos crimes contra a segurança nacional.

Diversos países se manifestaram contra a sentença e fizeram apelos pedindo que o Pastor fosse libertado, pois ele apenas estava manifestando sua fé, um direito universal. Dentre os países que se manifestaram, destacam-se Alemanha, França, Estados Unidos e o Reino Unido.

No Brasil, alguns parlamentares já solicitaram ao Governo que seja feito um apelo ao Irã, pedindo misericórdia, porém o Ministério das Relações Exteriores ainda não se manifestou sobre o caso. Dentre os parlamentares brasileiros que se manifestaram, estão o Pastor Marco Feliciano e o Bispo Marcelo Crivella.

Fonte: Gospel+

Anúncios

One response to this post.

  1. […] do Irã irá decidir se Pastor Yusef Nadarkhani será … 14 de outubro de 2011 Origem: https://espacoevangelico.wordpress.com/2011/10/14/lder-supremo-do-ir-ir-decidir-se-pastor-yusef-nadar… Espaço evangélico é um blog direcionado a pessoas que querem conhecer e saber mais das coisas […]

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: